quarta-feira, 24 de julho de 2013

Aperfeiçoando o coração

Na sociedade da informação onde dados tentam transformar-se em informações o que de fato não acontece é a informação criar sábios humanos. A incansável busca pelo aperfeiçoamento o conhecimento profissional não tem construído bons cidadãos. Temos especialistas são ótimos médicos, professores, engenheiros, funcionários públicos, porém ainda não conseguimos experimentar uma convivência social mais humana. Há cursos profissionalizantes, MBA’s, pós, mestrados, idiomas, informática, etc., mas para o coração não há investimentos de melhorias para a alma humana. Melhora o currículo, mas não melhora a personalidade o caráter.

A sociedade tecnológica domina os mais sofisticados teoremas matemáticos as mais engenhosas teorias filosóficas, fascinantes correntes da psicologia e as mais extraordinárias técnicas cirúrgicas e pessoalmente há um viver em tamanha e solitária ignorância pessoal. A inabilidade de conviver como humano!

Não diferente das correrias do profissionalismo do dia-a-dia isto também ocorre dentro das igrejas. Paulo aconselha seu amigo um jovem pastor que conheceria pessoas assim: “aprendem sempre e jamais podem chegar ao conhecimento da verdade”. 2ª Timóteo 3:7. Gente que é doutor em teologia, já leu a Bíblia varias vezes que conhecem a sã teologia, mas não conseguiram chegar a Verde! Isso também era muito comum aos fariseus. Fazei e guardai, pois, tudo quanto eles vos disserem, porém não os imiteis nas suas obras; porque dizem e não fazem. Mateus 23:3.

É necessário compreender que a fé é uma construção que precisa também de investimentos! Fé ao contrário dos estereótipos expostos na televisão não é um momento instantâneo não é o abrir de um envelope de um comprimido efervescente que magicamente tornará o mundo pessoal em azul, mas a luta diária pelo conhecimento da reflexão bíblica em orações sinceras e profundas em uma desobediência a si mesmo (autonegação) é a transformação pela dor que amansa a bruta natureza desumana que nos amadurecerá como gente! Só o conhecimento por si mesmo se não for aplicada a vida é inócuo e as riquezas do Evangelho devem abrir os nossos entendimentos e nos libertar para o amor a todo(s) o(s) semelhante(s) e a vida. Se o conhecimento das Escrituras (teologia) não descer para o coração e não for discernida ainda assim não será uma verdade para quem a conheça, será somente mais uma verdade no meio de milhares espalhadas e perdidas numa sociedade da informação.

A riqueza da verdade do Evangelho só será um fato quando os homens forem libertos de suas prisões do coração! Rev. Sandro M. Viana

Licença Creative Commons
Aperfeiçoando o coração de sandroviana.com é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://www.sandroviana.com/2013/07/aperfeicoando-o-coracao.html.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em www.sandroviana.com.

Você entende o que canta?

"Música para compor o ambiente Música para escovar o dente Música para fazer chover Música para ninar nenê Música para tocar...