segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Filhos de belial


Ano após ano comemoramos os dias das mães dos pais das crianças, celebramos nossos aniversários e como saudosistas afirmamos que na nossa época era muito melhor, pois acreditamos que fazíamos diferente e melhor e que hoje as coisas só pioram, o que está errado? Neste dia chamado dos pais podemos comemorar?

O dia dos pais não é tão badalado comemorado como o dia das mães e outras datas festivas, será que há uma explicação para isso? O que aconteceu com os pais? Por que não reivindicam os mesmos direitos de serem reconhecidos no mesmo pé de igualde como as mães? Será que os filhos amam mais as mães do que os pais? Ultimamente algumas militâncias atuam fortemente para que este dia se torne menos importante. O movimento gay o feminismo a dissolução das famílias que são potencializados por uma herança cultural de intolerância machista que ingressam milhares de meninas no martírio de serem mães solteiras, a violência contra mulheres e crianças que só depõem contra a celebração desta data. Nesta reflexão a Bíblia descreve alguns homens que foram ótimos e dedicados sacerdotes, profissionais, mas falharam com pais.

O grande profeta Eli era sacerdote, juiz sobre a nação de Israel e tinha dois filhos: Hofni e Finéias. Esses jovens furtavam as ofertas do templo, profanaram, mantinham relações sexuais ilícitas com as moças da igreja, mentiam e eram desobedientes. Por esses frutos praticavam o que era mau perante o Senhor. Eli foi advertido pelo povo sobre a má conduta de seus filhos. No livro do profeta Samuel a descrição clara desses jovens era a mais real e horrenda: Eram, porém, os filhos de Eli filhos de Belial e não se importavam com o SENHOR. 1 Sm. 2.12.
O que aconteceu com Eli? Podia legislar pregar e corrigir o povo, mas não consegui salvar a sua própria casa? O triste fim desta história é que os dois filhos de Eli em suas insanidades morrem em um campo de batalha e o profeta aos noventa e oito anos quando soube da fatídica notícia da morte de seus filhos cai da cadeira de onde estava sentado quebra o pescoço e morre. Como a Bíblia não é um conto de fadas e nem uma novela mexicana os filhos de Eli são descritos como filhos de Belial isto não porque eles tivessem nascido em um lugar, região ou uma cidade com o nome de Belial, mas porque a sua forte conotação na língua hebraica significava como de indignidade ou iniquidade, isso indicava uma pessoa indigna, embora a expressão possa assumir o sentido mais forte na língua hebraica de agente de Satanás no Novo Testamento torna-se sinônimo de Beelzebube usado pata indicar o anticristo1.      

Ser professor, engenheiro, empresário, funcionário público ser bem sucedido ter uma linda e brilhante carreira profissional é até alcançável basta ter tempo e força de vontade o grande desafio é criar nossos filhos sob o bom exemplo que podemos dar. O bom testemunho de nossa fé de nossas crenças. Você pode até começar uma nova e boa sucedida carreira, mudar de profissão, especializar-se, mas criar filhos só poderá fazê-lo uma única vez. Mudar o coração dos filhos pelo nosso exemplo e amor. Os filhos são frutos que refletem nossos valores morais e espirituais eles vivem conosco. Jesus adverte justamente sobre isso: Porquanto cada árvore é conhecida pelo seu próprio fruto. Porque não se colhem figos de espinheiros, nem dos abrolhos se vindimam uvas. Lucas 6:44.

Como nossos filhos são reconhecidos em nossa comunidade? São bênção ou maldição? Anjos ou demônios? As novas gerações de jovens tem apresentado uma forte inclinação ao fútil a perversidade a e violência como valores cultivados isso é reflexo ou fruto das gerações que os antecederam.

A desumanização e o mal aumentam e se aperfeiçoam, pois como árvores não estamos dispostos a abrir mão de nossos interesses em detrimento de um investimento num futuro melhor tanto para os nossos filhos quanto para nós mesmo. Lembre-se! As lições mais profundas ensinadas pelos nossos pais foram impressas em nossas almas sem serem ditas uma única palavra. Atitudes, olhares, toques, expressões faciais, gestos que ensinam mais do que palavras. Valores carregados em nossos corações que refletem princípios, fé e amor e influenciam diretamente os jovens. Tocar o coração dos jovens é alcançar o futuro! Basta saber como queremos ensiná-los. Quero comemorar esta data sabendo que meus filhos não são bestiais de Belial, mas celestiais!  Feliz dia dos pais!

1 Enciclopédia de Bíblia Teologia e Filosofia, volume I, pág 487. R.N. Champlin
Rev. Sandro M. Viana


Licença Creative Commons
Filhos de belial de Sandro M. Viana é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://www.sandroviana.com/2013/08/filhos-de-belial.html.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em www.sandroviana.com.

Você entende o que canta?

"Música para compor o ambiente Música para escovar o dente Música para fazer chover Música para ninar nenê Música para tocar...