Os Chaves nossos de cada dia.

by 11:41:00 0 comentários
As manifestações intensas e sinceras nas redes sociais das pessoas consternadas com a morte de Roberto Bolanhos mostram como anda o imaginário humano.

Ver a miséria e o sofrimento sob uma ótica romântica traz uma falsa visão da vida real! A grande verdade é que Bolanhos conhecia e retratou a triste realidade de milhões de crianças abandonadas na figura de Chaves um garoto faminto, órfão e desamparado que mora em um barril e que cada dia luta para sobreviver. Vivendo de migalhas e insultos aqui e acolá os episódios romantiza uma realidade distante vivida por milhões de Chaves miseráveis brasileiros que não estão barris, mas nos semáforos lavando para-brisas de carros, vendendo seus corpos nas estradas ou implorando por centavos vendendo balas e doces pelas ruas.

Quem as pessoas estão lamentando? O autor que tentou expor a triste realidade em um conto de fadas? Chaves o personagem? Ou a nossa falsa e ingênua visão da vida?

Os milhões de Chaves miseráveis que foram abortados dentro da própria existência são diariamente maltratados, espancados, acusados esperando que alguém tenha misericórdia!

O melhor ato de amor não é verter lágrimas sobre o que achamos, mas ir em direção dos milhares de Chaves que estão espalhados nesta grande selva de pedra!


Rev. Sandro M. Viana

Licença Creative Commons
O trabalho Os Chaves nossos de cada dia está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.sandroviana.com/2014/11/os-chaves-nossos-de-cada-dia.html.

Sandro Mariano Viana

Developer

Cras justo odio, dapibus ac facilisis in, egestas eget quam. Curabitur blandit tempus porttitor. Vivamus sagittis lacus vel augue laoreet rutrum faucibus dolor auctor.