segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Primavera, o jardim de Deus em nós!

 Eis que faço novas todas as coisas. (Ap. 21:5 ARA)
Era quarta-feira, 22 de setembro de 2010, a noite descia suave escurecendo a abóboda celeste e as estrelas lentamente pontilhavam uma a uma no horizonte. O vento forte e úmido que soprou o dia inteiro assobiava entre as árvores e as quinas das casas a canção da chegada da estação das floradas. A Lua como a anfitriã esplendidamente vestida de branco intenso adornava o céu a proclamar a chegada da primavera!
É nesta época que tudo se torna intenso, colorido, perfumado e iluminado. Os cientistas explicam que todas estas transformações estão ligadas ao posicionamento do planeta Terra ante ao Sol. As águas do Oceano Atlântico ficam mais aquecidas, as temperaturas são amenas, os dias são mais longos a vegetação floresce e muitos animais tem seus filhotes nesta época. Esta é a estação que toda a natureza se renova, desperta, acorda. Isto pelas condições climáticas serem propícias a um ambiente para o surgimento da vida.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Um Novo Sentido

Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados Ef 2:1
Hoje em dia muito se fala sobre a luta pela liberdade do homem e a busca pela felicidade como alvo de sua existência. O problema é que essa busca pela liberdade e felicidade,tornou-se um combustível que alimenta a fogueira das vaidades do coração humano. A busca do prazer pelo prazer, somente com a desculpa de ser feliz, custe o que custar, leva as pessoas a tornarem-se escravas de suas paixões e fraquezas alegando que em nome da liberdade e felicidade devam fazer o que está em seus corações. Os grandes problemas da sociedade contemporânea estão relacionados a problemas de  vícios e violências. Uma tentativa desesperadas para resolver tais problemas é buscar na ciência ou na medicina soluções para problemas que estão enraizados diretamente aos aspectos morais e comportamentais das pessoas. O desespero é tão grande que torna-se incompreensível as tentativas de cura, como: tratar os problemas do corpo desconsiderando a mente e a alma. O comportamento de um coração transgressor não se resolve com calmantes ou com terapias ocupacionais. O cantor Cazuza como exemplo do reflexo destes dias turbulentos, em sua cação Ideologia, afirmou: “Eu vou  pagar a conta do analista pra nunca mais ter que saber quem eu sou” observamos a tentativa de transgredir sem levar o peso da culpa, uma “liberdade” descompromissada com a vida e que tem o foco somente nos interesses da própria satisfação. As dores e sofrimentos dos nossos dias estão diretamente relacionados as escolhas e decisões que fazemos. Problemas éticos e morais são reflexo de corações idólatras de si mesmos, vaidosos e fúteis. Corações que precisam ser reconstruídos pelo poder da verdade absoluta do Evangelho. O ser humano anseia em  ser pleno em sua existência, porém isso só vem com uma nova criação em sua alma através do implante de Vida nos corações e mentes.

Você entende o que canta?

"Música para compor o ambiente Música para escovar o dente Música para fazer chover Música para ninar nenê Música para tocar...